_DSC0285

O líder do governo na Alep, deputado Luiz Claudio Romanelli, conversa com o presidente do Instituto Águas do Paraná, Amin Hannouche, sobre os novos poços artesianos que prometem atender pequenos agricultores com mais facilidade de recursos na irrigação das plantações

Novos poços artesianos começam a ser perfurados para atender a demanda, principalmente da área agrícola, em diversos municípios do Norte Pioneiro. As obras serão possíveis graças a convênios celebrados entre as prefeituras municipais e o Instituto das Águas do Paraná (Águas Paraná), autarquia do Governo do Paraná.

Entre os municípios beneficiados estão: Itambaracá, Joaquim Távora, São José da Boa Vista e Guapirama, entre outros. Os poços prometem atender em especial os pequenos agricultores que terão mais facilidade de recursos na irrigação das plantações.

Representante do Norte Pioneiro na Assembleia Legislativa e um dos articuladores desses recursos, o deputado Luiz Claudio Romanelli (PMDB), destaca a importância dos convênios. “A família agricultura deve ser sempre lembrada como prioridade nos investimentos, pois representa parte fundamental da economia paranaense. Toda ajuda é bem-vinda”, afirma.

Já o presidente do Águas Paraná, Amin Hannouche, afirmou que grandes projetos estão sendo realizados nessa área. “Além de ser um fator de desenvolvimento econômico, a disponibilidade de recursos hídricos atendem ao interesse social e ambiental, garantindo que a água seja utilizada de forma correta”, disse.

Cada cidade assinou convênio para dois poços. Com a parceria, o Governo do Paraná e as prefeituras compartilham os custos as obras e dos projetos de perfuração. Além disso, a população das localidades são conscientizadas sobre o uso correto da água, recurso essencial para vida.