Sancionada a lei que permite venda e consumo de chopes nos estádios paranaenses

A lei que permite a venda e consumo de cervejas e chopes nos estádios de futebol do Paraná, foi sancionada na manhã desta segunda-feira (25) pelo governador do Estado, Beto Richa (PSDB). O projeto foi aprovado pelos deputados da Assembleia Legislativa com 24 votos a favor e 20 contrários.

De acordo com a lei que entra em vigor após ser publicada no Diário Oficial, a comercialização e o consumo de chope nos estádios ou arenas desportivas sejam permitidos desde a abertura dos portões para acesso do público até o término do evento. “O controle da ingestão do álcool é necessário e fundamental, por isso o projeto prevê a venda em locais específicos nos estádios e com horários predeterminados. E permite apenas a comercialização de cerveja e chope, bebidas de baixo teor alcoólico”, esclareceu o deputado Luzi Claudio Romanelli, autor da lei sancionada.

Ainda de acordo com Romanelli, a proibição de cerveja nos estádios não reduziu a violência nos últimos nove anos. “O comportamento de determinadas torcidas e indivíduos é violento por si só e isso independe de se consumir ou não álcool. É notório que a violência que envolve os jogos de futebol ocorre antes e depois dos jogos, em encontros fortuitos ou programados entre torcedores rivais e são raros os casos em que os atos de agressão entre os torcedores acontecem durante a partida, dentro do estádio”, argumentou.

A lei também determina que 20% das cervejas vendidas sejam produzidas artesanalmente no Paraná. “É abrir espaço para que nosso produtores entrem neste mercado ainda restrito. Gerará mais emprego e renda, além de permitir que produtos paranaenses sejam valorizados, o que é importante para nossa economia”, disse o líder do governo.

Romanelli apresenta projeto que regulariza venda de cerveja nos estádios do Paraná

 

cervaPor iniciativa do deputado estadual Luiz Claudio Romanelli (PSB), o projeto de lei que regulariza a venda de cerveja em estádios de futebol no Paraná será apresentado à Assembleia no próximo mês. O objetivo é que a venda seja liberada, mas também regulamentada.

De acordo com Romanelli, o projeto será aprofundado e debatido durante os trâmites da Casa. “É um projeto que levanta muitas opiniões diferentes, por isso deve ser muito bem dialogado, em profundidade. Todos os lados devem ser ouvidos, é claro”, afirmou o deputado.

Romanelli destacou que a bebida só não é vendida em jogos de futebol. “Nos demais eventos em estádios, como shows, UFC, e partidas de vôlei, a cerveja é comercializada normalmente e nem por isso acontece algo irregular”, disse o líder do governo. Ele lembrou durante a Copa do Mundo, em 2014, a venda da bebida foi liberada.

Para o deputado, a bebida não é a responsável pelos casos de violência do futebol, além de prejudicar o entretenimento dos torcedores e os comerciantes dos estádios. “O que temos que explicar é que, segundo pesquisas, a venda e consumo de cerveja não são a causa da violência praticada nos estádios. É uma bebida vendida no mundo inteiro. Inclusive em países onde as torcidas de futebol são mais violentas do que as daqui e nem por isso a venda foi proibida”, explicou.

Foto: Gazeta do Povo/Site 

Romanelli entrega investimentos para saúde em Sapopema

sapopemaSapopema recebeu, na tarde desta quinta-feira (19) investimentos à área da saúde do município. O deputado estadual Luiz Claudio Romanelli (PSB), líder do governo da Assembleia Legislativa, foi recepcionado pelo prefeito da cidade, Gimerson Subtil entre outras lideranças políticas da região.

Entre os investimentos entregues, estão a construção da Unidade Básica de Saúde (UBS) no bairro Vida Nova no valor de R$ 600 mil e a reforma do Hospital Municipal no valor de R$ 350 mil. Duas obras que atenderão não só a população de Sapopema, como os outros municípios da região.

O prefeito Gimerson destacou as conquistas graças à parceria de trabalho com Romanelli. “São investimentos na área da saúde, do esporte, da agricultura e obras realizadas. Também a ajuda na situação de calamidade pública com R$ 60 mil em óleo diesel, 5 mil folhas de Eternit, 300 cestas básicas e 8 kits cama, mesa e banho. Um total de R$ 6 milhões de reais para Sapopema e somos muito gratos por isto”, disse.

sapo 2Além das obras, também serão entregues dois veículos 0km, sendo um deles uma ambulância, equipamentos médicos à UBS com um recurso de R$ 15 mil e kit de equipamentos de emergência e um recurso no valor de R$ 60 mil para aquisição de óleo diesel.

Segundo Romanelli, são investimentos necessários que contribuem para o bem-estar da população. “Queremos o povo paranaense que é trabalhador, tenha o direito de ter um atendimento médico de qualidade. Afinal, é com o dinheiro da arrecadação de impostos e das medidas tomadas que conseguimos estas melhorias”, afirmou.

Conquistas – Outros investimentos também serão feitos nas ruas do de Sapopema. Recape asfáltico e emulsão asfáltica estão inclusos na entrega.

sapo                                       1e090cd0-1a50-44d7-8cc0-0fe96496ff6a

  Projeto Vencer Araucária recebe título de utilidade pública

 

 

DSC02194Assembleia aprovou nesta quarta-feira (30) lei de autoria do deputado estadual Luiz Claudio Romanelli (PSB), que concede o título de utilidade pública estadual à Associação Esportiva Vencer (Projeto Vencer) do município de Araucária, Região Metropolitana de Curitiba (RMC). O projeto tem como objetivo contribuir com a formação cidadã de jovens através da prática esportiva.

De acordo com Romanelli, líder do governo na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), a Associação é merecedora do título, pois há 13 anos atua a favor do desenvolvimento da população jovem de Araucária. “São jovens de sete a 17 anos que participam de treinos semanais e também competições de futebol. Isso auxilia no desenvolvimento mental e físico, o que traz oportunidades nas modalidades”, afirmou.

O Projeto Vencer é uma associação civil, sem fins lucrativos, de caráter cultural, educativo, assistencial e filantrópico. Funciona desde 2003 e já possui título de utilidade municipal. “É um importante projeto, pois promove o incentivo de atividades esportivas e culturais a jovens e adultos, o que proporciona melhor qualidade de vida saudável e educativa”, concluiu Romanelli.

Foto – Projeto Vencer\Site