Municípios de Romanelli recebem R$ 4 milhões para obras e melhorias

O Governo do Estado repassou nesta terça-feira (03/10) mais de 4 milhões em investimentos em 8 municípios da base do deputado Luiz Claudio Romanelli. No total, o governo liberou R$ 22 milhões para 99 municípios.

O governador Beto Richa também liberou a tramitação de pedidos de financiamentos de outros oito municípios. Os projetos apresentados somam mais R$ 15,3 milhões. Além disso, foram homologados editais de licitações de obras e de compras para outros mais 42 municípios que haviam sido autorizados a captar recursos juntos ao Governo do Estado.

Os convênios foram assinados pelo governador durante encontro com os prefeitos no Palácio Iguaçu, em Curitiba. As prefeituras vão investir em melhoria da infraestrutura urbana, compra de equipamentos rodoviários, veículos, equipamentos agrícolas, tratores, caminhões basculantes, kits de material esportivo e miniarenas.

O governador afirmou que o apoio aos municípios está entre as prioridades do Estado. Ele disse que os repasses são contínuos e atingem todas as áreas. “Estamos trabalhando para construir um Estado mais justo, mais humano e cada vez melhor para se viver. Temos uma administração eficiente, dinheiro em caixa e as obras continuam por todo o Paraná”.

Segundo ele, a liberação também representa a boa situação financeira do Paraná. “Fizemos o ajuste fiscal e hoje a nossa situação é diferenciada em relação aos outros estados brasileiros, estamos de pé em meio à crise nacional. Temos o maior investimento da história do Paraná, com R$ 8 bilhões”, destacou Richa.

O deputado Luiz Claudio Romanelli, líder do governo da Assembleia Legislativa do Paraná elogiou a iniciativa do governador do estado em repassar recursos para investimentos. “Semanalmente o governador Beto Richa tem reunido prefeitos para liberar pedidos de financiamento e repassa  recursos para investimentos. Sem esse apoio dificilmente as prefeituras teriam condições de executar essas obras”, afirma Romanelli.

O prefeito de Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba, Gerson Colodel, destacou a importância do apoio do Estado aos municípios nesse momento de crise nacional. “As prefeituras mal conseguem pagar a folha de funcionários, dependemos muito da ajuda do Governo do Estado para fazer investimentos. O apoio do estado não tem faltado, o governador Beto Richa tem um olhar diferenciado e consegue enxergar as necessidades dos municípios”, afirmou.

O município assinou contrato de financiamento de R$ 2 milhões para obras de pavimentação. São cerca de 3 km de ruas asfaltadas que dão acesso a escolas e vias importantes na região. Além disso, o prefeito assinou convênio no valor de R$ 1,5 milhão para a área de esporte. O recurso é a fundo perdido. “O esporte é fundamental para a vida dos jovens, principalmente para diminuir à violência. Vamos receber cinco miniarenas para distribuir em diversos pontos da cidade, com essas unidades poderemos atender toda a comunidade”.

Romanelli e prefeitos de 14 municípios levam demandas à Casa Civil

Na manhã desta quinta-feira (2), em Curitiba, prefeitos de 14 municípios do Paraná participaram de audiências na Casa Civil do governo estadual com o secretário Valdir Rossoni ao lado do deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), líder do governo na Alep. O encontro foi organizado para discutir as demandas e principais reivindicações de cada região que serão atendidas por meio de emendas.

A Casa Civil é a secretaria responsável pela coordenação de todos os projetos do Governo do Paraná. Cada um dos prefeitos foi atendido individualmente para que as solicitações em todas as áreas da administração pública fossem apresentadas e debatidas com o secretário.

Romanelli, o articulador dos encontros, afirmou que para uma administração pública de qualidade, é necessário que as audiências ocorram de forma organizada e construtiva. “Cada um dos gestores pode trazer ao secretário Rossoni as demandas prioritárias dos municípios. São solicitações para a área da saúde, da educação, além de obras nas infraestruturas. Tudo a favor do desenvolvimento de cada região para proporcionar uma vida mais digna à população”, disse.

Os prefeitos que participaram das audiências foram: Nelson Garcia, de Abatiá; Adalberto de Freitas Aguiar (Berano), de Barra do Jacaré; Luciano Mehry, de Congoinhas; Gelson Mansur, de Joaquim Távora; Pedro Banzé, de Guapirama; Carlos Cesar de Carvalho (Carlinhos), de Itambarará; Eclair Rauen, de Jundiaí do Sul; Roberto Carlos Messias (vereador, prefeito em exercício, de Nova Fátima; Wagner Martins, de Ribeirão do Pinhal; Paulo Sérgio Fragoso da Silva (Paulinho), de Salto do Itararé; Sergio Ferreira, de Santa Mônica; Joás Michetti, de Santana do Itararé; Wanderley Martins, de Santo Antônio do Paraíso e Toninho Cauneto, de Tamboará.

Colégios do Norte Pioneiro recebem recursos para reforma

COLEGIO-RUI-BARBOSA-696x466Quatro grandes colégios estaduais do Norte Pioneiro receberam nesta quinta-feira (19), a autorização do governador Beto Richa para a emissão das ordens de serviço para reformas e revitalização das instituições. Os colégios serão beneficiados com investimentos destinados às obras para melhorar as infraestruturas oferecida à comunidade escolar.

De acordo com o deputado estadual Luiz Claudio Romanelli, líder do governo na Assembleia Legislativa, os recursos para esses colégios – todos integrantes do Núcleo Regional de Educação de Jacarezinho – somam mais de R$ 800 mil e vão melhorar as condições dessas escolas fará com que os alunos tenham mais motivação para frequentar as aulas.

“Os estudantes, professores e funcionários merecem um lugar cada vez melhor para aprender e ensinar, afinal, o conhecimento é o que faz com que nossa população se desenvolva. Educação sempre deve ser prioridade e é no Paraná”, afirmou.

Entre as unidades beneficiadas estão o Colégio Estadual Lucy Requião, em Cambará, que receberá R$ 150 mil; o Colégio Estadual Rui Barbosa, em Jacarezinho, (R$ 370 mil); Colégio Estadual Miguel Dias, em Joaquim Távora, (R$ 150 mil) e o Colégio Estadual Stella Maris, em Andirá, com R$ 150 mil.

Romanelli lembrou que esta é mais uma liberação de recursos para melhorias nas escolas da região. Em dezembro, diversos colégios de todo o Paraná já haviam recebido, cada um, R$ 100 mil para melhorias através do programa Escola 1000. “Ao todo, em pouco menos de 4 meses, são mais de R$ 120 milhões investidos na melhorias das nossas escolas”, concluiu.

Romanelli e Coquinho garantem R$ 800 mil para recape em Formosa do Oeste

Formosa do Oeste garante R$ 800 mil para recapeO município de Formosa do Oeste obteve a autorização para o a realização de obras de pavimentação e recape de asfalto no valor de R$ 800 mil. A confirmação foi dada pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedu) ao prefeito José Roberto Coco, o Coquinho, e ao deputado Luiz Claudio Romanelli, que articularam a obtenção dos recursos junto ao Governo do Paraná.

O investimento será financiado pelo governo estadual e atenderá boa parte do município de nove mil habitantes. “É uma reivindicação antiga dos nossos moradores e que será muito benéfica ao melhorar a infraestrutura da cidade, permitindo mais crescimento econômico e social”, afirma Coquinho.

O prefeito lembra que assumiu o município em um momento difícil deixado pela administração anterior, mas que com uma boa gestão e o apoio do governo estadual, através dos pedidos do deputado Romanelli, tem colaborado para uma administração satisfatória. “É o resultado de uma gestão pensando nas reais necessidades da nossa população e na parceria de trabalho muito exitosa que temos com o nosso deputado Romanelli, que tem um bom relacionamento com todas secretarias do governo”, frisou.

Já o deputado Romanelli destacou que as obras de infraestrutura têm sido uma das prioridades nos municípios. “Em um momento de crise como esse a nossa prioridade têm sido levar aos municípios paranaenses obras que gerem emprego e melhor infraestrutura para investimentos, seja em municípios pequenos, médios ou grandes. E com o prefeito Coquinho já foram várias conquistas”, disse.

Richa autoriza licitação para capela mortuária em Itambaracá

esdte agr 2O município de Itambaracá recebeu nesta quarta-feira (24) autorização para construção de uma capela mortuária na cidade. A obra, solicitada pelo prefeito Amarildo Tostes e pelo deputado Luiz Claudio Romanelli, será feita em parceria entre a Prefeitura municipal e a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano.

Para o prefeito Amarildo, os recursos vão permitir viabilizar uma antiga reivindicação da comunidade. “O município só tem a agradecer ao deputado Romanelli, pela parceria que tem permitido trazer obras e equipamentos extremamente necessários ao bem estar da população e também ao governador Beto Richa que tem sensibilidade e atende às necessidades dos municípios paranaenses, especialmente das menores cidades”, destacou o prefeito Amarildo.

“Nós sabemos que a época é difícil, mas temos buscado mesmo assim obras em todas as áreas, para trazer mais qualidade aos paranaenses”, afirmou o deputado Romanelli.

este agrO valor total da obra é de R$ 457.891,62 e faz parte de um pacote de licitações e homologações das obras em 30 municípios. Os investimentos totais somam recursos de R$ 35 milhões.

Para o deputado Romanelli, líder do governo na Assembleia Legislativa, os recursos investidos serão, também, destinados à geração de empregos no estado. “O grande volume dos recursos é investido em obras que geram empregos nas cidades paranaenses. Inclusive para o trabalhador menos especializado, o que é fundamental neste momento de crise que nosso país atravessa”, afirmou.

 

Venda de imóveis será revertida em infraestrutura, diz Romanelli

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Luiz Claudio Romanelli (PMDB), esclareceu nesta terça-feira (17) que o projeto de lei que autoriza o Governo do Paraná a vender 61 imóveis no estado,  visa arrecadar recursos para investimentos na área de infraestrutura em todo o Paraná.

“São imóveis inservíveis para o Estado, avaliados em cerca de R$ 100 milhões que  não cumprem mais um objetivo. A receita oriunda da venda desses imóveis está prevista no orçamento de 2016 e será utilizada para obras, principalmente de infraestrutura, que melhorem a vida da população”, explicou.

1711 romanelli (1)O projeto chegou à Assembleia na última segunda-feira e deve seguir normalmente os trâmites da Casa, sendo analisado primeiramente pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e seguir plenário, onde será debatido o mérito. Cada um dos imóveis está sendo analisado pela possibilidade de venda que, caso houver, será realizada por meio de leilão e a preço de mercado.

Segundo Romanelli, a venda desses imóveis se dá principalmente pelo fato de serem inservíveis ao Estado ou que sua manutenção demanda uma grande quantidade de recursos financeiros.

“Temos que aplicar com eficiência o dinheiro público, respeitar o contribuinte na medida em que ele paga muito imposto e ao mesmo tempo temos que proporcionar um serviço público de qualidade. A venda de bens imóveis inservíveis é justamente para poder adequar a necessidade de investimentos em áreas prioritárias”, conclui o deputado.