Apae de Quatiguá recebe R$ 100 mil

Graças à parceria entre a prefeita Adelita do Efraim (PTB) e o deputado estadual Luiz Claudio Romanelli (PSB), líder do governo na Assembleia Legislativa (Alep), a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Quatiguá recebeu R$100 mil. O repasse será utilizado para suprir as principais demandas da instituição no município.

De acordo com Romanelli, é preciso valorizar o trabalho feito pelas Apaes, que trazem mais qualidade de vida e oportunidades de aprendizagem às pessoas com necessidades especiais. “O trabalho feito nas Apaes favorece o desenvolvimento,  reforça a autonomia e auxilia na construção do ser humano cidadão”, disse.

A prefeita Adelita destacou a atenção dada pelo deputado Romanelli  a esta causa. “O trabalho feito pela Apae de Quatiguá merece reconhecimento. Estamos gratos ao Romanelli pela atenção dada. Continuaremos a trabalhar juntos para que tenhamos ainda  mais conquistas e melhorias”, disse.

Para o presidente da Câmara de Vereadores de Quatiguá, Chrystian Reis Galvão Coser, o repasse é muito bem-vindo. “Estive em Curitiba com o deputado Romanelli e conversamos sobre as principais necessidades da Apae em nosso município. Toda ajuda é válida, principalmente um valor de R$ 100 mil. Estamos muito contentes com esta possibilidade”, declarou.

A diretora da Apae de Quatiguá, Juciane Bonotto, explicou que, atualmente, são 87 alunos que frequentam a instituição. “É imensurável a alegria que estamos em receber este recurso. Trabalho aqui há 24 anos e tenho verdadeiro amor pelo que faço. Temos muitas demandas, pois nossa escola é pequena e o número de pessoas aumentará nos próximos meses. Portanto, agradecemos ao deputado Romanelli por nos atender com carinho e reconhecimento”, afirmou.

Amunpar recebe mais de R$ 500 mil em recursos

O deputado estadual Luiz Claudio Romanelli (PSB), líder do governo na Assembleia, participou nesta terça-feira (30), ao lado do governador Beto Richa e de prefeitos de todo o Estado, da solenidade para o repasse de R$ 122 milhões de uma de cota extra do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). O valor é referente ao pagamento do imposto por empresas que receberam incentivos fiscais do programa Paraná Competitivo para projetos de investimentos no Estado.

“O repasse de cota extra é possível devido ao planejamento financeiro adotado pelo Governo do Estado nos últimos anos”, disse o governador. “No Paraná amenizamos o impacto brutal da crise econômica aos 399 municípios, com investimentos sistemáticos em áreas estratégicas, porque entendemos que é responsabilidade do governo melhorar a vida das cidades”, concluiu.

De acordo com o deputado Romanelli, o repasse é possível graças as medidas de ajuste fiscal feitas no Paraná. “Hoje nosso estado segue com importantes investimentos em todos os setores. Mesmo com toda a crise financeira do país, o Paraná não parou de se desenvolver. Este repasse reforçará os caixas das prefeituras municipais que poderão pagar fornecedores, investir em obras e serviços de melhoria”, afirmou.

Os municípios da região Noroeste que Romanelli representa na Assembleia receberam um total de R$ 570. 632, 54. São eles:  Nova Londrina – R$ 139.791, 36; Tamboara – R$ 61.928, 75; Santa Mônica – R$ 69.394, 16; Santa Cruz de Monte Castelo – R$ 110.178, 30 e Querência do Norte  – R$ 189.339, 97.

O prefeito de Santa Cruz do Monte Castelo, Fran Boni, afirmou que os recursos extras permitem que os municípios, principalmente os menores, possam investir ou quitar suas dívidas. “No início do ano passado, as prefeituras também receberam uma cota extra do ICMS e, graças a ela, a maioria dos municípios conseguiu pagar seus fornecedores. Neste ano novamente estamos aqui para receber este recurso”, disse.

Governo repassa mais de R$ 1 milhão para municípios da Amunop

Ao lado do governador Beto Richa e de prefeitos de todo o estado, o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), líder do governo na Assembleia, participou  nesta terça-feira (30) da solenidade para o repasse de R$ 122 milhões de uma de cota extra do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). O valor é referente ao pagamento do imposto por empresas que receberam incentivos fiscais do programa Paraná Competitivo para projetos de investimentos no Estado.

“O repasse de cota extra é possível devido ao planejamento financeiro adotado pelo Governo do Estado nos últimos anos”, disse o governador Beto Richa. “No Paraná amenizamos o impacto brutal da crise econômica aos 399 municípios, com investimentos sistemáticos em áreas estratégicas, porque entendemos que é responsabilidade do governo melhorar a vida das cidades”, afirmou.

De acordo com o deputado Romanelli, o repasse é possível graças as medidas de ajuste fiscal feitas no Paraná. “Hoje nosso estado segue com importantes investimentos em todos os setores. Mesmo com toda a crise financeira do país, o Paraná não parou de se desenvolver. Este repasse reforçará os caixas das prefeituras municipais que poderão pagar fornecedores, investir em obras e serviços de melhoria”,disse.

Os municípios da região Norte que Romanelli representa na Assembleia Legislativa, receberam um total de R$ 1.392.199,37. São eles: Cornélio Procópio – R$ 333.054,42; Congonhinhas – R$ 126.795,71; Assaí – R$ 162.772, 03; Nova América da Colina – R$ 58. 870, 17; Santo Antônio do Paraíso – R$ 58. 793, 36; Sapopema – R$ 63. 335, 50; Bandeirantes – R$ 186. 293, 68; Rancho Alegre – R$ 51. 172, 87; Santa Cecília do Pavão – R$ 48. 864, 37; Itambaracá – R$ 68. 541, 60; Nova Fátima – R$ 99. 252, 68 e Sertaneja – R$ 134. 452, 98.

O prefeito de Bandeirantes, Lino Martins, afirmou que o repasse será investido, primeiramente, no setor da saúde no município. “Neste primeiro trimestre, daremos uma atenção à aquisição de remédios, equipamentos para exames para melhorar o atendimento à população. Já consideramos o Romanelli um bandeirantense, pois ele é um deputado que, junto ao Governo do Estado, dá respaldo em todas as nossas necessidades”, disse.

Amunorpi recebe mais de R$ 1 milhão para investimentos

O líder do governo na Assembleia, deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), participou nesta terça-feira (30), ao lado do governador Beto Richa e de prefeitos de todo o Estado, da solenidade para o repasse de R$ 122 milhões de uma de cota extra do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). O valor é referente ao pagamento do imposto por empresas que receberam incentivos fiscais do programa Paraná Competitivo para projetos de investimentos no Estado.

“O repasse de cota extra é possível devido ao planejamento financeiro adotado pelo Governo do Estado nos últimos anos”, disse. “No Paraná amenizamos o impacto brutal da crise econômica aos 399 municípios, com investimentos sistemáticos em áreas estratégicas, porque entendemos que é responsabilidade do governo melhorar a vida das cidades”, disse o governador.

De acordo com o deputado Romanelli, o repasse é possível graças as medidas de ajuste fiscal feitas no Paraná. “Hoje nosso estado segue com importantes investimentos em todos os setores. Mesmo com toda a crise financeira do país, o Paraná não parou de se desenvolver. Este repasse reforçará os caixas das prefeituras municipais que poderão pagar fornecedores, investir em obras e serviços de melhoria”, afirmou.

Os municípios do Norte Pioneiro que Romanelli representa receberam um total de R$1.108.598,39. São eles: Guapirama – R$ 74.157,17; Carlópolis – R$ 131.346,88; Cambará -R$ 215.106,49; Joaquim Távora – R$ 234.900,02; Siqueira Campos – R$ 192.265,58; Salto do Itararé – R$ 41.005,69; Quatiguá – R$ 103.025,02; Barra do Jacaré – R$ 69.537,98 e Jundiaí do Sul – R$ 47.253,56.

Para a prefeita de Quatiguá, Adelita do Efraim (PTB), o repasse do ICMS dá mais autonomia às gestões municipais. “Este recurso é fundamental, porque complementa a receita do município para que ele saia um pouco do sufoco. Nos municípios pequenos, possibilita que programas de desenvolvimentos urbano e social tenham um investimento maior”, explicou.

Governo amplia clínicas odontológicas de universidades estaduais

De 2011 para cá, o Governo do Estado investiu R$ 19 milhões nas clínicas odontológicas das universidades estaduais do Paraná. Com os repasses, as instituições fizeram reformas e construções, adquiriram novos equipamentos e ampliaram o atendimento ofertado à população.

Nesta sexta-feira (12), o governador Beto Richa esteve na nova clínica odontológica da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), em Jacarezinho, no Norte Pioneiro. A unidade começa a funcionar no dia 5 de fevereiro com a chegada dos alunos do curso de Odontologia.

“Uma grandiosa obra. Estamos investindo mais de R$ 7 milhões em uma estrutura que atende a uma antiga reivindicação da região”, disse o governador. Richa também mencionou a construção, em Jacarezinho, de uma unidade do Centro de Especialidades do Paraná. O governo estadual destinará R$ 9 milhões para a obra.

“São investimentos intensos e vigorosos em Jacarezinho e em toda a região. Isso é resultado do equilíbrio das contas públicas e do bom planejamento que fizemos e que colocam o Paraná na contramão da crise financeira nacional”, afirmou Richa.

De acordo com o deputado Luiz Claudio Romanelli, líder do governo na Assembleia Legislativa, investir no Norte Pioneiro é investir no Paraná como um todo. “Sabemos da importância que esta região tem para o nosso estado, especialmente na nossa economia. Investir em educação com universidades de qualidade, infraestrutura adequada para pesquisas, faz com que a população se desenvolve sem precisar sair de suas cidades natais”, afirmou.

SONHO REALIZADO – A clínica da UENP tem uma estrutura de 3,7 mil metros quadrados, abriga o setor de laboratórios, consultórios e demais espaços destinados às aulas práticas do recém-criado curso de odontologia da instituição. Dois blocos já estão prontos e o terceiro deve estar concluído ainda em 2018.

“A construção da clínica odontológica é um sonho da região que se torna realidade”, definiu a reitora da UENP, Fátima Aparecida da Cruz Padoan. Ela explicou que a previsão é atender 420 pacientes por semana, com a capacidade de atendimento de 1.300 procedimentos odontológicos. “É um empreendimento que, embora esteja instalado em Jacarezinho, possibilitará o atendimento de toda essa região. Após a chegada dos alunos começaremos o planejamento e a seleção dos pacientes que serão atendidos”, disse ela.

OUTRAS CLÍNICAS – A estrutura da UENP funcionará nos moldes das que já existem nas universidades estaduais de Londrina (UEL), Maringá (UEM), do Oeste do Paraná (Unioeste) e de Ponta Grossa (UEPG).

Na UEL, o Estado investe R$ 8,3 milhões para a conclusão de um novo bloco. O local está praticamente pronto (99%). O processo de licitação dos equipamentos também já foi iniciado. A previsão é de que em poucos meses a estrutura esteja disponível a pacientes e aos acadêmicos. Em 2017, foram realizados cerca de 250 mil procedimentos odontológicos na atual clínica.

A estrutura da UEM vai receber, ainda no primeiro semestre, cerca de R$ 1 milhão do Governo do Estado, aporte que viabilizará a conclusão do complexo odontológico. O prédio terá três pavimentos e abrigará 64 consultórios, além de laboratórios de pesquisa, dois auditórios, área administrativa e salas para aulas e projetos. A previsão é ampliar em 20% o número de atendimentos ofertados à comunidade.

O Governo do Estado também investiu R$ 1 milhão na clínica odontológica da Unioeste. Os recursos foram usados para reforma do ambulatório e aquisição de equipamentos, custeio e capacitação de profissionais da área de saúde bucal. A estrutura da clínica possui equipamentos que possibilitam o atendimento de até 200 pessoas por dia.

Mais R$ 1 milhão foi para a unidade da UEPG. Metade do valor foi utilizado na reforma da clínica; R$ 300 mil no custeio (material de consumo); R$ 150 mil na aquisição de equipamentos e R$ 50 mil no desenvolvimento de cursos de educação permanente.

Assembleia aprova Lei Orçamentária Anual para 2018

A Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) realizou, nesta segunda-feira (18), três sessões plenárias, sendo uma ordinária e outras duas extraordinárias. Entre as propostas aprovadas durante as sessões está o projeto de lei nº 579/2017 – a Lei Orçamentária Anual (LOA), de autoria do Poder Executivo, que estima a receita e fixa a despesa do Estado para o exercício financeiro do ano de 2018.

A matéria recebeu 39 votos favoráveis e oito contrários na sessão ordinária e, já na segunda sessão extraordinária do dia, foi aprovada em redação final. Com isso, a matéria agora segue para sanção, ou veto, do Governo do Estado.

De acordo com a proposta, as receitas para o próximo ano serão de R$ 59,7 bilhões. A execução orçamentária em Educação será de 30%, equivalente a R$ 8,505 bilhões; em Saúde a vinculação prevista de 12% representa R$ 3,401 bilhões; e para a Segurança Pública o Poder Executivo vai destinar R$ 3,795 bilhões.

Já para o Poder Legislativo, o repasse será de 5% (sendo 3,1% para a Assembleia Legislativa e 1,9% para o Tribunal de Contas); para o Poder Judiciário estão previstos 9,5%; e 4,1% ao Ministério Público estadual.

Segundo o deputado estadual Luiz Claudio Romanelli (PSB), líder do governo na Aleo, há previsão de existir R$ 1,2 bilhão a menos em 2018 comparado ao de 2017. “A queda de arrecadação é por conta da atividade econômica do país, que embora tenha tido pequenas melhorias, caiu muito”, disse.

Romanelli explicou que o Paraná está crescendo mais do que o resto do país, mas mesmo assim a receita tributária do estado está se mantendo estável. “Em uma época de crise, deve-se racionalizar o uso de dinheiro e priorizar investimentos que gerem emprego, renda e atividade econômica do estado”, afirmou.

Das 1.435 emendas apresentadas ao Orçamento pelos parlamentares, no Legislativo, o relator na Comissão de Orçamento, deputado Elio Rusch (DEM), acatou 1.365, especialmente emendas às despesas previstas, emendas programáticas, emendas ao texto do projeto e emendas coletivas, num total de 95% de aproveitamento das proposições dos deputados à LOA.

“A LOA de 2018 foi muito debatida e discutida. Poucos orçamentos foram tão debatidos quanto o do próximo ano. As mais de 1000 emendas foram intensamente discutidas em audiências públicas. Tenho provocado, inclusive, em vários segmentos da sociedade civil organizada, em se envolver melhor nos orçamentos do Estado. As pessoas acham que o orçamento é uma caixa preta, mas não é. O orçamento é público, transparente e está na internet”, concluiu Romanelli.

 

Pró Tork adere ao Paraná Competitivo e gera mais empregos em Siqueira Campos

 

O governador Beto Richa assinou nesta quarta-feira (6) protocolos de intenção com duas empresas que receberão incentivos do programa Paraná Competitivo. A Sport Bay (empresa do grupo Pró Tork) e a Mercadomóveis ampliarão suas atividades de comércio eletrônico com investimentos totais de R$ 11,5 milhões, gerando 74 empregos diretos apenas em suas operações on-line.

O Estado, ressaltou o governador, trabalha ao lado de empresas que acreditam e investem no Paraná. “Sou um admirador das duas empresas pela capacidade empreendedora e pelo crescimento vertiginoso ao longo dos anos, gerando riquezas e muitas oportunidades de emprego aos paranaenses”, disse o governador Beto Richa.

A articulação para que a Sport Bay/Pro Tork fosse incluída entre as as empresa no Paraná Competitivo contou com atuação do deputado estadual Luiz Claudio Romanelli (PSB), líder do governo na Assembleia Legislativa, que destacou a importância de investir nesta forma de comércio.


De acordo ele, a readequação no ICMS para quando a mercadoria sai do estado é uma medida que já existe em outros estados e fará com que essas empresas do Paraná se equiparem à concorrência externa. “Destaco a ProTork pois é uma empresa do Norte Pioneiro, região que eu represento, e que é uma das maiores do setor em todo a América Latina. Com a integração ela amplia a sua competitividade e pode crescer, gerar empregos e desenvolvimento na comunidade onde atua. É uma ação que beneficia a empresa, seus funcionários, a cidade e o Paraná como um todo”, afirmou Romanelli.

 

Segundo o diretor-presidente da Sport Bay, Marlon Bonilha, o grupo já conta com incentivo do Paraná Competitivo para a fábrica de Siqueira Campos, que agora se amplia para o comércio eletrônico. “É uma iniciativa importante do governo apoiar os e-commerce nativos do Estado, para que tenham mais competitividade no cenário nacional. As vendas online representam, hoje, 30% dos ativos de venda do comércio nacional”, afirmou.

Por meio dos incentivos concedidos pelo programa, o grupo fará investimentos no valor de R$ 6,1 milhões, que deverão possibilitar incremento nas vendas e a contratação de 59 trabalhadores. A empresa, que é a maior fabricante de capacetes do mundo, planeja construir um centro de distribuição em Curitiba voltado especificamente ao comércio eletrônico.

Formosa do Oeste recebe academia ao ar livre

O município de Formosa do Oeste foi um dos 79 que receberam repasse para investimentos na melhoria da infraestrutura urbana. Será instalada uma academia ao ar livre, no valor de R$ 25 mil. O convênio foi assinado pelo governador do Estado, Beto Richa (PSDB), nessa terça-feira (5).

De acordo com Richa, o Paraná é o único estado brasileiro que, em meio a crise financeira que o país ainda atravessa, mantém investimentos em todas as àreas da população. “A cada semana o Estado dá mostras da capacidade financeira alcançada com o ajuste fiscal, e isto tem se refletido no intenso apoio aos municípios”, afirma o governador.

Segundo o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), líder do governo na Assembleia Legislativo, que participou do evento, o Paraná não para de investir. “Toda a semana recebemos prefeitos de todas as regiões do estado para receber repasses que serão utilizados em investimentos para melhorar a vida das pessoas. São os bons resultados das medidas de ajuste fiscal que fizemos no Paraná. E continuaremos a trabalhar duro para que mais conquistas aconteçam”, diz Romanelli.

Para o prefeito de Formosa do Oeste, Luiz Antonio Domingos de Aguiar (PSDB), a  academia ao ar livre será muito bem utilizada pela população. “Investir na qualidade de vida da nossa cidade, é também incentivar a prática de exercícios físicos. Nós agradecemos ao deputado Romanelli e também ao governo do Estado por lembrar de nossos municípios”, conta o prefeito.

Delegacia de Santa Cecília do Pavão passará por reformas

Na manhã desta terça-feira (5), o prefeito de Santa Cecília do Pavão, Edimar Santos (PTB), participou de uma reunião acompanhado do assessor parlamentar do deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), Ronald Carlos de Oliveira, com o marjor Ivan. Durante a conversa, eles organizaram as principais demandas do município e, em especial, a solicitação de uma reforma no prédio da delegacia da Polícia Civil, situada no bairro da Fraternidade.

De acordo com o prefeito Santos, a reforma da delegacia é uma das reivindicações do presidente da Associação dos Moradores do Bairro da Fraternidade, Edvard José de Santana, do presidente da Coordenação Estadual dos Conselhos Comunitários de Segurança (Conseg), Edimar Covre e do secretário Municipal de Segurança Pública, Trabalho e Defesa Civil, José Pereira, além dos vereadores e da comunidade de Santa Cecília do Pavão.

“A parceira com o deputado Luiz Claudio Romanelli tem garantido grandes avanços para nossa cidade. Agora, estamos priorizando a reforma da delegacia, que foi um dos nossos compromissos de governo”, disse Edimar.

Ainda de acordo com o prefeito, o diretor geral da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp), Francisco Batista da Costa, já autorizou o município durante a apresentação da planilha. “Mostramos os quantativos dos materiais e serviços que serão utilizados para a reforma e será realizada pela divisão de engenharia e pelo departamento de obras da prefeitura de Santa Cecília”, afirmou.

Distrito Policial em Santa Felicidade será reformado

A Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística autorizou o repasse de R$ 101.632 para a reforma do 12º Distrito Policial, localizado na Avenida Manoel Ribas em Santa Felicidade, em Curitiba. A solicitação foi feita pelo deputado estadual Luiz Claudio Romanelli (PSB), líder do governo na Assembleia Legislativa, pelo vereador Mauro Ignácio (PSB) e pela administradora regional de Santa Felicidade, Simone Chagas Lima.

As obras iniciarão nesta terça-feira (5) e devem ser concluídas em três meses. “São obras de melhoria na estrutura do Distrito para que os policiais possam trabalhar em um ambiente mais seguro e confortável. Precisamos investir em todas as áreas da Segurança Pública, inclusive em reformas e reparos”, disse Romanelli.

O vereador Mauro Ignácio agradeceu a parceria de trabalho com o líder do Governo. “Nós da regional de Santa Felicidade, estamos muito gratos ao governo do Estado por esta conquista. É um reivindicação antiga por parte dos policiais que atuam neste Distrito”, afirmou.

“É uma obra que ajudará e muito aqui na comunidade. Veio em um ótimo momento, junto também com a iniciativa da divisão policial da capital em criar a Central de Flagrantes. Agora os Distritos atenderão precipuamente a população de Santa Felicidade. São duas boas notícias nesta semana e só temos a agradecer ao deputado Romanelli e ao Governo do Estado. Sejam sempre muito bem-vindos aqui”, afirmou a delegada Patrícia Conceição Nobre da Paz.